25 de outubro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
15/10/20 às 15h23 - Atualizado em 15/10/20 às 15h23

Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação 2020

COMPARTILHAR

Veja a a lista das salas de vacina que estão abertas no DF:

 

Postos de vacinação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação 2020

 

O Brasil não detecta casos de poliomielite desde 1989. No DF, a doença não é registrada desde 1987. Em 1994, recebeu da Organização Pan-americana da Saúde (OPAS) a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território, juntamente com os demais países das Américas. O país, desde então, vem realizando esforços para atingir a meta dos indicadores preconizados pelo Ministério da Saúde para manutenção do país livre da doença.

 

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde DF

 

No DF, a série histórica dos últimos 20 anos da cobertura vacinal da vacina contra a poliomielite em menores de 1 ano mostra uma tendência de queda das coberturas, sendo que em 2015 e de 2017 a 2019 a meta de cobertura não foi atingida (95%). De janeiro a abril de 2020, a cobertura vacinal foi de apenas 67,3%. No mesmo período de 2019, era de 89,2%.

As coberturas vacinais ainda são heterogêneas, podendo levar à formação de bolsões de pessoas não vacinadas, possibilitando a reintrodução do poliovírus. Por isso é tão importante atingir a meta de vacinação de 95% do público-alvo imunizado.

 

Multivacinação

 

Na Campanha Nacional de Multivacinação, o público-alvo são as crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. O objetivo é analisar se o esquema de vacinação desse grupo está completo e, para aqueles que estiver faltando alguma vacina, serão aplicadas as doses necessárias. No período de janeiro a abril de 2020, nenhuma das vacinas do calendário infantil atingiu as metas preconizadas.

Durante a campanha serão ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança e do adolescente visando diminuir o risco de transmissão de enfermidades imunopreveníveis, assim como reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros